22 maio 2015

O que é o AMOR?

Olá, pessoal! Tudo bem? O post de hoje é uma BLOGAGEM COLETIVA e eu simplesmente amei o tema, pois ele me encanta e me aterroriza falar sobre. Vamos lá?

Há muito tempo se fala sobre o amor, em poesias, peças teatrais, filmes, séries, músicas, propagandas, literaturas e na boca popular. Cada lugar apresenta um casal sorrindo ou uma mãe segurando o seu filho, mas o que será o amor? Será que a gente sabe o que é mesmo ou será que passamos a vida toda aprendendo sobre ele?

Falar sobre amor é algo muito denso, muito complexo. Até porque quem sou eu para dizer o que é o AMOR quando cada pessoa é diferente, tem seu jeito de ser, de viver a vida e de amar?

Amor pra mim é algo que transborda, que te eleva, que te ilumina. Não significa que o objeto do seu amor não vai te deixar com raiva, ou triste ou te decepcionar, afinal, não existe essa coisa de amor incondicional, aquele que não espera ABSOLUTAMENTE NADA em troca, claro que você espera ser amado em retorno, ou espera que a pessoa viva bem, ou espera que o seu objeto de afeição seja feliz, isso é esperar algo em troca, o que pra mim não se adequaria a "amor incondicional". 

Muitas pessoas falam que o único amor incondicional que existe é o de mãe por filhos e deus por suas criaturas, mas deixem me explicar uma coisa: o amor deles não é incondicional! As mães sempre esperam que seus filhos as amem, que seus filhos as obedeçam, que sigam suas regras, que cresçam dentro dos padrões que lhes ensinaram e que lhe tragam felicidade. O deus que as pessoas seguem espera adoração, espera que sigam suas regras, espera que as pessoas sejam seus servos, e vocês sabem que uma palavra sinônima de servidão é escravidão né? Mas isso é assunto pra depois.

Amor pra mim é se encher de alegria ao ver seu animal de estimação, é se preocupar, é dar carinho e querer que ele viva muito, que ele seja feliz. Amor é troca de experiências, carinho, emoções fortes, dá pra sentir amor por pessoas, dá pra sentir amor por coisas, hobbies, etc. 

Falar de amor romântico é T-E-N-S-O! Pra mim é o tipo de amor mais complicado, não deveria ser complicado né? Deveria ser mais simples, mas sempre depende das circunstâncias, momentos e do quanto as pessoas envolvidas estão dispostas, não vou aqui me deter em amor romântico porque bem, não me sinto preparada para falar dele. Só sei que quando vejo duas pessoas plenas, crescendo juntas, evoluindo, se amando e ainda assim mantendo a paixão e o fogo que toda relação amorosa deveria ter, eu fico bem emocionada, porque acho lindo demais! 

Falar de amor é bem complicado e pode também ser bem simples ao mesmo tempo, o amor está nos lugares mais inesperados!

Isso é tudo, pessoal!
Beijos da Mi:*

Fanpage ♥ Twitter ♥ Instagram ♥ Youtube ♥ Skoob ♥ Tumblr

Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. Amei sua postagem coletiva, amor é algo que eu também acho muito complexo e ao mesmo tempo não. Na minha matéria da faculdade, tem momentos que refletimos sobre a liquidez da sociedade e o quanto o ser humano não sabe amar mesmo. É muito louco isso, porque eu comecei a perceber que realmente não sei o que é amar. Lógico que eu amo meus pais, meu cachorro, minha familia... mas o outro lado do amor, o amor entre sexos opostos - ou iguais- eu não conheço sua plenitude. É muito dificil falar sobre "o que é amor" assim de maneira ampla e aberta.
    Sinceridade, eu ainda estou em busca do amar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma coisa tão intrigante né? Amor líquido de Bauman, estudei também. Concordo mesmo, lindaaaaaaaaaa! ♥

      Beijos :*

      Excluir

Fortaleza, 23 anos, ariana, intensa, impulsiva, passional, empática, feminista, louca, estranha, artista, livre, mente aberta. Música, cinema, fotografia, artes, natureza são minhas paixões. Uma pequena mulher com grandes planos de se aventurar pelo mundo.

 

Wanderlust ©2013-2017. Todos os direitos reservados.

Design, Layout e Programação por Micaela Ramos.

----Voltar ao Topo----