24 abril 2014

Cozinhando no Asfalto

Quando vi essa notícia, fiquei boquiaberta. Tem gente que ri, que faz piada, mas a situação é séria demais. Até que ponto chegamos e ainda achamos graça da situação, como se fosse possível reverter os efeitos do aquecimento global ou como se isso fosse assunto de só menos importância que mereça apenas gargalhadas. 

O caso é: Esse cozinheiro resolveu preparar refeições de um modo bem inusitado. O propósito disso? Chamar atenção. Para quê? Para os efeitos climáticos causados pela devastação no Paraguai. Nos últimos 50 anos, 80% das florestas nativas já desapareceram por conta do desmatamento. A WWF se juntou com a Oniria/TBWA e cozinhou no asfalto, isso mesmo.

Em "Menu Aquecimento Global", o nome da campanha, um dos grandes chefs do Paraguai, Rodolfo Angenscheidt, preparou ovos, bacon e churrasquinho com polenta no asfalto, sobre um desenho que simbolizava um fogão, numa das principais avenidas de Asunción e em alguns minutos, tudo estava pronto.

Foi gravado um vídeo em fevereiro, quando as temperaturas na capital paraguaia estavam bem mais amenas, em volta dos 40ºC (AMENAS HEIN?). Em janeiro, os termômetros registraram mais de 50ºC. Nessa semana, a campanha começou a ser passada na mídia do país.

Em minha humilde opinião, não deveríamos fazer pouco caso ou rir visto que não se trata de uma piada e sim de um apelo. Não é porque estamos bem aqui no Brasil ou seja lá qual lugar do mundo que não seja Paraguai que estamos longe dessa situação, muito pelo contrário. O problema do mundo são as pessoas, as pessoas que cada vez estão tão egoístas que não se importam nem um pouco com o futuro de seus próprios filhos, e que só querem receber e receber, mas nada de dar em troca. 

Espero que leiam e se conscientizem um pouco mais.
Se você leu até aqui, obrigada. :3
Até a próxima!
Beijos da Mi :*

Fanpage ♥ Twitter ♥ Instagram ♥ Youtube ♥ Skoob ♥ Tumblr

Comente com o Facebook:

3 comentários:

  1. As pessoas brincam tanto e não veem como o assunto é sério mesmo, é tanto que é uma realidade no Paraguai. Quem sabe não vai ser aqui nos próximos anos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já é realidade nossa, tanto que me foi repassado que em São Paulo estavam fazendo isso. :O ALARMANTE.

      Excluir
  2. Adorei o post, as pessoas as vezes esquecem que pra toda ação tem uma reação, e o planeta ta começando a cobrar o preço do descaso de todos com o meio ambiente!

    ResponderExcluir

Fortaleza, 23 anos, ariana, intensa, impulsiva, passional, empática, feminista, louca, estranha, artista, livre, mente aberta. Música, cinema, fotografia, artes, natureza são minhas paixões. Uma pequena mulher com grandes planos de se aventurar pelo mundo.

 

Wanderlust ©2013-2017. Todos os direitos reservados.

Design, Layout e Programação por Micaela Ramos.

----Voltar ao Topo----