22 outubro 2013

"Deslembrança", Cat Patrick

"Deslembrança"
Cat Patrick
Editora Intrínseca
Brochura, 254 páginas, Ano: 2012, ISBN: 9788580571622
Média de preço: R$24,90 (promoção: R$9,90)
Links alternativos: Skoob - Goodreads - Americanas - Saraiva - Submarino
3.5 estrelas
Sinopse:
Toda noite, quando London Lane recosta a cabeça no travesseiro e dorme, cada mínimo detalhe do dia que viveu desaparece de sua memória. Pela manhã, restam-lhe apenas lembranças do futuro: pessoas e acontecimentos que ainda estão por vir. Para conseguir manter uma rotina minimamente normal, London escreve bilhetes para si própria e recorre à sempre fiel melhor amiga. Já acostumada a tudo isso, ela tenta encarar a perda de memória mais como uma fatalidade que como uma limitação. Mas, quando imagens perturbadoras começam a surgir em suas lembranças e London precisa, de algum modo, escapar delas, fica claro que para entender o presente e o futuro ela terá que decifrar o que ficou esquecido no passado.
Deslembrança é um livro sobre amor, vida e sobre como mesmo diante de problemas tão difíceis, podemos vencê-los e viver feliz. Eu gostei do estilo de escrita da autora, que em sua obra de estreia lança um livro tão simples e gostoso de ler.

Simples. Diferente. Divertido.

Quando vi o livro para vender, achei a capa simplesmente linda e quando li a sinopse, pirei e pensei: "Esse vai ser meu!". Quando ele chegou, eu fiquei surpresa pelo tamanho, pois achei que ele iria ser grandinho, não em número de páginas, mas em largura e cumprimento mesmo. Ele é leve, médio e não tem tantas páginas assim, dá pra ler em um dia, dependendo do seu tempo e disposição.

Quando comecei a ler, apaixonei-me pela escrita simples da Cat Patrick. Ela criou um mundo diferente, um mundo em que um uma menina que parece normal, não tem memórias do passado, mas memórias do futuro, e isso é um diferencial, eu nunca li um livro com essa temática, não desse jeito.

A história se passa nos Estados Unidos e narra uma parte da história de London Lane, uma menina de 16 anos nada comum, que tem a falha de não lembrar do passado, mas que se lembra do futuro e quando esse futuro acontece, ela simplesmente esquece também, já que virou passado. Em um dia muito frio, quando se esquece de levar roupas para a aula de educação física, há um treinamento de incêndio na escola e aí que a história começa a se desenvolver. London, quase nua com uma blusa estranha e um short super curto é surpreendida por um garoto na normal em sua linda aparência, que deixa London simplesmente bobinha na sua frente, e empresta seu casaco. A partir desse momento, o livro começa a ficar bom. É nesse momento em que percebemos o quanto seria difícil manter um relacionamento com alguém que toda manhã você tem que se lembrar quem é. Seria estranho você acordar um dia e descobriu que casou e já tem filhos, não seria? Sim, seria!

Há um mistério sobre um sonho macabro em que London se vê em um velório, vê pessoas que não lhe são desconhecidas e vê sua mãe triste e as pessoas a volta também muito tristes, afinal, estavam em um velório. Desde então, London fica com esse sonho em sua cabeça e vai lutar para saber quem está prestes a morrer, já que como ela lembra apenas do futuro, ela pensa que a morte ainda irá acontecer. Muitas coisas acontecem para levar London até onde ela deveria estar e saber de coisas que sabia, mas que como não se lembrava, sua mãe a protegeu de saber para que não sofresse.

O relacionamento entre London e sua mãe é fofinho, apesar de algumas coisas que impedem uma melhor aproximação das duas, mas que com o tempo vai se resolvendo, eu gostei da forma como a mãe deixa claro que tenta entrar mais na vida da filha e passar um tempo com ela. A melhor amiga de London, Jamie, é uma loira bem engraçada e super namoradeira, que se mete em encrenca ao querer se envolver com um homem mais velho, inclusive ela e London passam um bom tempo sem se falar porque London quer advertir a amiga de que ela vai se dar mal se persistir na história, mas acaba tudo bem. Luke, aah, o que posso falar sobre Luke? Se houvessem mais caras como ele no mundo, tanta gente não estaria reclamando de amor. É o símbolo do que as mulheres querem num homem: compreensivo, atencioso, corre atrás e não desiste, prova que quer e ama com uma intensidade marcante, as características desse personagem são apaixonantes.  

A história do livro se passa muito rápido, você está lendo sobre como London  e Luke se conhecem e então, BAAAM, você já está terminando o livro. Isso é legal para quem não quer se prender aos personagens e quer uma leitura fácil e rápido, mas quem gosta de leituras mais desenvolvidas e trabalhadas, vai sentir falta disso nesse livro.

Ele é mediano, leve e dá para levar para qualquer lugar sem peso na mochila, bolsa ou mão. A capa é muito linda e os elementos gráficos que a compõem me fascinaram, minhas duas cores favoritas se encontram em destaque na capa: azul e vermelho. A figura da menina com o cabelo castanho-avermelhado dormindo lembra muito a personagem e como suas memórias do dia todas se vão enquanto ela dorme. Bem interessante e chamativa. As folhas são pólen, não são frágeis e são muito cheirosas (para os adoradores de cheiros de livros de plantão). A história em si promete muita coisa, poderia ser melhor trabalhado pela autora, mas como livro de estreia, até que não está tão mal assim, está até bem gostosinho de ler.

Eu recomendo esse livro para pessoas que querem ler um livro no final de uma tarde para a noite, sem se apegar tanto aos personagens, pessoas que gostam de romances e leituras simples. Uma leitura rápida e dinâmica, um romance bonitinho que vai lhe cativar.

Fanpage ♥ Twitter ♥ Instagram ♥ Youtube ♥ Skoob ♥ Tumblr

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Fortaleza, 23 anos, ariana, intensa, impulsiva, passional, empática, feminista, louca, estranha, artista, livre, mente aberta. Música, cinema, fotografia, artes, natureza são minhas paixões. Uma pequena mulher com grandes planos de se aventurar pelo mundo.

 

Wanderlust ©2013-2017. Todos os direitos reservados.

Design, Layout e Programação por Micaela Ramos.

----Voltar ao Topo----